Weby shortcut
topo em gif

Transmigração de gametas. Estudo da salpingectomia unilateral com ooforectomia contralateral em coelhas

Transmigração de gametas. Estudo da salpingectomia unilateral com ooforectomia contralateral em coelhas

Approbato, M.S., Rodrigues,M.M.M.,Silveira Jr, L. P., Florêncio,R. S., Batista, L.A. RBGO 14:295-296, 1992.

Introdução

Ocasionalmente pacientes com ooforectomia unilateral por tumores de ovário são submetidas à salpingectomia contralateral por prenhez ectópica ou outras intercorrências. Este trabalho investiga a chance de gravidez espontânea por transmigração de gametas.

Material e Métodos

Sete coelhas foram submetidas a ooforectomia unilateral com salpingectomia contralateral pela técnica de pomeroy. Seis coelhas serviram como controle (Fig 1). 15 ou mais dias após a cirurgia as coelhas dos dois grupos foram cruzadas com 2 machos férteis.

Fig 1 – Ooforectomia unilateral com salpingectomia
Contralateral. Lab Reprodução Humana, HC-UFG, 1992.

 

Resultados

Não houve gravidez no grupo salpingectomizado. No grupo controle 66,6 % das coelhas engravidaram. Conclui-se que a possibilidade de gravidez é remota, embora descrita pela literatura.

Listar Todas Voltar