Weby shortcut
topo em gif

Síndrome pré-menstrual e desempenho escolar.

Síndrome pré-menstrual e desempenho escolar.

Approbato, M. S.; Araújo e Silva C.D.; Perini, G.F.; Miranda T.G.; Fonseca, T.D.; Freitas, V.C.
RBGO 23:459-462, 2001.

Introdução

O objetivo deste estudo foi comparar o desempenho escolar de alunas com e sem síndrome de tensão pré-menstrual (SPM) e de alunas com SPM dentro e fora do período pré-menstrual.

Paciente e Métodos

Estudo com desenho antes-depois (quasi-experimental), ao qual se acrescentou um grupo controle sem SPM de 40 alunas. Foram comparadas 40 alunas do 2º grau e curso pré-vestibular com SPM. Foram analisadas as notas das provas de física e matemática. Os questionários foram baseados em Mortola et al (1990). Os grupos foram: Grupo SPM no período pré menstrual. Grupo SPM fora do período pré menstrual. Grupo controle: sem SPM. A estatística aplicada foi Mann-Whitney e teste do sinal para amostras pareadas.

Resultados (SUMÁRIO)

Figura 1
Distribuição das notas das alunas SPM e controle. Mann Whitney 585,5 (p=ns.)
 

Figura 2
Distribuição das notas das alunas pelas medianas do score de Mortola (p=n.s.) e das medianas do grupo SPM dentro e fora do período menstrual (p=n.s.)

Conclusões (SUMÁRIO)

Dos 4438 questionários aplicados selecionou-se 29 pacientes com SPM e 29 sem SPM.Comparando as medianas das notas das alunas com SPM dentro e fora do período não verificamos diferença. Também não verificamos diferença Entre o grupo de alunas com SPM e controle (sem SPM).

Listar Todas Voltar